S.B.d'Oeste: Oposição planeja CEI para investigar denúncias contra o prefeito

Oposição planeja CEI para investigar denúncias contra o prefeito - Mário Heinz é investigado pelo Ministério Público

    • Da redação
    • /
    • Zina
Baixe o Adobe Flash PlayerBaixe o Adobe Flash Player

Os vereadores que fazem oposição ao prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Mário Heinz, investigado pelo Ministério Público (MP) de fraudes em contratos e de enriquecimento ilícito, se articula para tentar reabrir a Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar as denúncias. A investigação do MP apontou fraudes em 19 contratos da prefeitura com a Forty Construções e Engenharia Ltda, que somados chegam a quase R$ 22 milhões.

Depoimentos de servidores municipais revelaram como funcionava o esquema: muitas vezes, os valores lançados para pagamento eram maiores do que os serviços prestados de conservação urbana e locação de caminhões.

O dinheiro desviado, segundo o MP, permitiu que o prefeito Mário Heinz e o dono da Forty, Walter Jorge Filho, enriquecessem de forma ilícita. Os promotores descobriram que os dois teriam se tornado sócios e investiram na compra de cabeças de gado e em terras no Mato Grosso. Os valores seriam incompatíveis com a renda de Heinz. A compra uma das fazendas foi feita por Osvaldo Paz Domingues, homem de confiança de Heinz e autor da denúncia que originou a investigação do MP.

Uma CEI chegou a ser aberta na Câmara de Vereadores de Santa Bárbara d’Oeste em fevereiro, para apurar denúncias contra o prefeito, mas foi arquivada depois que Domingues negou todas as acusações que havia feito ao MP.

A reportagem da EPTV tentou falar com os vereadores da base aliada, que são maioria na Câmara, mas nenhum vereador da situação quis se manifestar.

Até a próxima sessão da Câmara, na terça-feira (27), os vereadores poderão analisar as denúncias que pesam contra o prefeito e, a partir daí, fazer um novo pedido de investigação.

Para o vereador Danilo Godoy, a Câmara Municipal não pode mais se omitir e, diante de tantas evidências de corrupção na prefeitura, é preciso dar uma resposta à população.

O advogado do prefeito, Marco Pizolato, voltou a negar que existam irregularidades no contrato com a empresa Forty e que o gado citado na denúncia pertence a Walter Jorge Paulo Filho. O empresário
disse que nunca teve qualquer tipo de parceria com o prefeito e sim com Osvaldo Domingues. Paulo Filho negou irregularidades no contrato com a prefeitura e afirmou só ter recebido pelos serviços realizados.

Além da ação que apura a empresa Forty Construções e Engenharia há mais duas ações no MP, envolvendo outras fraudes em concorrências vencidas por outras empresas.