São Carlos: São-carlense organiza obra colaborativa dedicada a Ronald Golias

São-carlense organiza obra colaborativa dedicada a Ronald Golias - Novo livro de André Luiz Moura de Lima é uma compilação de autores do Brasil

    • ViaEPTV.com
    • /
    • Thaisa Figueiredo

Um gesto de solidariedade move o trabalho do jovem escritor são-carlense André Luiz Moura de Lima. Aos 27 anos, ele acaba de lançar o terceiro livro de sua carreira. A obra conta com 100 poesias de autores de todo o Brasil e é dedicada ao comediante Ronald Golias, cidadão ilustre de São Carlos.

Os primeiros passos na literatura foram dados logo cedo, aos 12 anos. “Tudo aconteceu de forma muito espontânea. Escrevi meu primeiro poema aos 12 anos e daí então não parei mais”, conta André.

A literatura, porém, ainda não é a única atividade a qual ele se dedica. André é professor de informática. “Preciso dividir o meu tempo entre o trabalho e o amor pelos livros. Sábados e domingos são de total envolvimento com os textos. Todo tempo livre que tenho devoto à literatura”, afirma o escritor, autor de 200 poesias e que sonha em cursar uma faculdade de letras e estudar na França.

Novo livro

A ideia de homenagear Ronald Golias no livro se deu pela admiração que André sente pelo conterrâneo. “O Ronald Golias levou alegria para muitas pessoas por muitos anos e sempre fez questão de frisar o nome da cidade de onde tinha vindo. No livro, há um trecho dedicado à sua obra para que as pessoas saibam um pouco mais sobre esse grande artista”.

Com o intuito de promover o nome de escritores desconhecidos Brasil a fora, André criou um projeto, que terminaria na publicação do livro dedicado a Golias. “Assim como eu, existem milhares de escritores de gaveta pelo país. Eu resolvi então criar um concurso com a participação dessas pessoas. Os vencedores teriam suas poesias publicadas em um livro. Recebi cartas e e-mails de todas as regiões. Ao todo, foram 200 poesias e 100 delas foram selecionadas para integrar o livro”.

Desta forma, André acredita que pode manter viva a esperança dessas pessoas de se tornarem escritores. “Tive a oportunidade de dar oportunidade a pessoas que como eu são apaixonadas pela literatura. Havia textos de professores, estudantes, gente atuante nas mais diferentes áreas. Foi uma experiência muito interessante”, conta.

Primeiros passos

Ao contrário de André, a família do jovem não é muito assídua ao hábito da leitura. Mas o avô dele foi um dos pilares em sua trajetória. “Um dia, meu avô estava em casa e eu perguntei a ele sobre o que ele achava das pessoas que escrevem. Ele me disse que nunca havia conhecido um escritor. Então, eu pedi a ele que esperasse um pouco e voltei com um texto meu para mostrar. Ao ler a história, ele se virou para mim e disse: ‘Sei que você está começando, mas você vai ser um escritor de muito sucesso. Mas eu não poderei estar aqui para ver isso’. Foi aí que fiquei sabendo que ele estava com câncer. Dias depois, ele faleceu”, relembra André.

Esta forte lembrança, fez com que o jovem se propusesse a escrever o primeiro livro da sua vida: “Um anjo em minha vida” é dedicado ao avô dele, Benedito Moura de Lima.

Era o impulso de que André precisava. Ainda em 2011, ele lançou a obra “Poesias eternas – Palavras, poesias e sonhos...”, com poesias escritas por ele ao longo da vida.

Futuro

Agora, logo depois de lançar o terceiro livro, ele já tem planos para a quarta obra de sua trajetória. “Estou escrevendo um livro sobre ficção e pretendo lançá-lo em agosto deste ano, junto à Bienal do Livro de São Paulo. Espero que tudo caminhe bem até lá, porque ainda não tenho uma editora”, diz.

Mais uma vez, a vontade de ver o livro lançado se mistura à solidariedade de André. “Quero doar toda a renda arrecadada com a venda desse livro a uma instituição de caridade de São Carlos. Não tenho intenção de ficar com tudo para mim. Venho de família humilde e gostaria muito de ajudar as pessoas. No ano de 2011, as coisas realmente começaram a acontecer na minha vida como escritor. Espero que este ano seja muito promissor e que meu trabalho possa ajudar ainda mais gente”.