Como está o tempo hoje

Temperatura

Máx 25º

Min 15º

Fechar [X]

[Comunicado]
A partir de 10/02/2012 os sites de Notícia do EPTV.COM e EPs
passam a integrar o portal de notícias G1/GLOBO.
Com isto nossos novos endereços para notícias serão:



Para acessar os demais sites de entretenimento como
o TERRA DA GENTE e CAMINHOS DA ROÇA clique no botão fechar acima e selecione o link desejado.

Comentário(s) - 0

Condomínio gasta R$ 12 mil com caminhão-pipa em uma semana

Contaminação de poço artesiano deixa cerca de 10 mil pessoas sem abastecimento

29/09/2011 - 11:15

ViaEPTV.com - Fabiana Assis

Alterar o tamanho da letra A+A-

Baixe o Adobe Flash PlayerBaixe o Adobe Flash Player

Uma semana após o problema que interditou um poço de abastecimento da zona Sul de Ribeirão Preto, cerca de 10 mil pessoas seguem sem água em, ao menos, dez condomínios de médio e alto padrões.

Segundo o zelador do condomínio Cittá di Positano, no bairro Jardim Botânico, Tiago de Alencar Mota, a situação é “desesperadora”. O local, que possui 106 casas, tem sido abastecido pelo Daerp (Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto) com apenas dois caminhões-pipa por dia.

“É um absurdo. Nosso consumo diário é de 163 mil litros por dia e o Daerp tem mandado, no máximo, 24 mil litros”, afirma o zelador.

A solução encontrada foi comprar caminhões de água para abastecer o reservatório. “Já gastamos R$ 12 mil. Somente ontem (quarta-feira), compramos dez caminhões. Nosso caixa está esvaziando por conta desse problema”, diz. Cada caminhão de 15 mil litros custa R$ 350 ao condomínio.

Segundo Mota, os moradores também estão comprando água, principalmente, para tomar banho e cozinhar.

Mas, segundo o zelador, essa semana o problema apenas se agravou, porque a falta d’água é constante. “Somente este ano já gastamos R$ 60 mil com caminhões-pipa”, conta Mota. Por conta do problema, o condomínio tem entrou com uma ação de ressarcimento contra o Daerp.

Falta d’água
A falta d’água nos condomínios da zona sul de Ribeirão Preto começou na quinta-feira (22) após a contaminação do poço Aroeira com 150 m3 de areia, o que paralisou a captação.

O superintendente do Daerp, Joaquim Ignácio da Costa Neto se reuniu com os síndicos dos condomínios da região para mostrar o que está sendo feito para solucionar o problema de desabastecimento.

Segundo o departamento, está sendo construído mil metros de interligação de rede, entre o bairro São José e a Avenida José Hebert Faleiros para que os condomínios Aroeira, Caimbé e Figueira Branca possam ser abastecidos.

O Daerp informa ainda que irá disponibilizar um gerador para colocar em funcionamento o poço artesiano Quinta da Primavera, que está em fase final de perfuração, e executando a extensão da rede para que a água chegue até os condomínios Hibiscos, Gerânios, San Gerard e Guarporés I, II e III.

De acordo com o órgão, o procedimento deve levar oito dias e irá resolver o problema de abastecimento da região. O Cittá di Positano não foi convidado para a reunião, segundo a informação do Daerp para o síndico, não é necessário a participação do condomínio.
 

NOTÍCIAS RELACIONADAS
    Mais Notícias