EPNoticia.com

Comentário(s) - 0

Após cinco acidentes, Campinas instalará radar no viaduto Cury

Em um dos casos, ônibus despencou e causou a morte de um porteiro

12/11/2013 - 19:29

Da redação - ViaEPTV

Alterar o tamanho da letra A+A-

O viaduto Miguel Vicente Cury em Campinas (SP) terá um radar de velocidade após cinco acidentes desde julho, nos quais veículos despencaram do pontilhão. A Prefeitura iniciou a instalação do equipamento entre as avenidas João Jorge Doutor Moraes Salles nesta terça-feira (12). A velocidade máxima permitida será mantida no atual limite, de 40 km/h. Por dia, passam cerca de 60 mil veículos no local.
 
O aparelho vai começar a operar até início de dezembro, segundo a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec). Antes, no entanto, o radar tem de passar por aferição do Inmetro/Ipem, informou a Prefeitura.
 
Acidente fatal
Em julho, um ônibus despencou e causou a morte de um porteiro. Outras 21 pessoas se feriram. Na ocasião, a Prefeitura admitiu que o guard-rail está fora da norma de segurança e ainda utiliza a estrutura do projeto original, de 1961. 
 
A troca da defensa é estudada pela prefeitura, mas há a necessidade de avaliar se o viaduto comporta um equipamento mais pesado. 
 
Radar x Lombada eletrônica
O mestre em transportes e professor da Faculdade de Engenharia Civil da Unicamp, Creso de Franco Peixoto, acredita que a melhor opção para o viaduto Cury seria uma lombada eletrônica.  Segundo ele, o radar não inibirá os motoristas. “Simplesmente colocar um radar, mesmo que tenha um aviso, há um risco de termos mais multas do que simplesmente uma maior redução da média de velocidade”.
 
Alombada eletrônica faz um alerta visual ao motorista sobre a diminuição de velocidade, destaca Peixoto.
A Prefeitura informou que a implantação de radar no viaduto Cury não irá aumentar o número de pontos de fiscalização no município. A Emdec desativará o ponto fixo de uma área com menos risco de acidente. 
 
A Emdec informou que estudos técnicos apontaram que mesmo com sinalização, indicando a velocidade máxima de 40 km/h, os motoristas abusam da velocidade no viaduto.
 
Interatividade

Boné Terra da Gente
Boné Terra da Gente